Entre em sua conta



Crie sua conta


Dados Pessoais

Endereço

Dados da Conta


Senac promove 1º Fórum de Turismo em Bebedouro

18 de setembro
000

Evento discutirá diretrizes para o desenvolvimento da atividade no município com representantes de entidades públicas e privadas
 
Visando ampliar o debate sobre a importância do turismo em nossa cidade, o Senac saiu na frente e irá realizar o 1º Fórum de Turismo, agendado para 19 de setembro. O evento visa reunir representantes do poder público e de entidades privadas ligadas ao setor, como hotéis, agências e restaurantes, para tratar do assunto e traçar diretrizes. 
Na oportunidade, deve ser debatido um levantamento feito por iniciativa de Marcus Lúcius Correa, docente da área de turismo do Senac, sobre a rede hoteleira da cidade. Por conta própria, ou seja, sem cunho científico ou relacionado ao Senac, ele pesquisou a rede hoteleira da cidade. “Liguei para 9 hotéis e perguntei a taxa de ocupação de casa um, que varia de 40 a 85%, sendo que a cidade tem um total de 800 leitos. Pela média, chegamos a uma ocupação de 65%, o que deu um total de certa de 6000 visitantes por mês na cidade. É um bom número e que se concentra mais durante a semana, de modo que devemos tentar criar opções para que este turista não fique apenas no hotel e, sim, que consuma na cidade”, disse Correa, em entrevista ao O Jornal. 
O encontro é fechado para convidados e terá a mediação de Jorge Duarte, responsável pela área de turismo do Senac São Paulo. O principal objetivo é avaliar a criação de grupos de trabalho para atuarem nas mais diversas frentes do turismo regional. Profissionais atuantes no setor de turismo que tenham interesse em participar do Fórum devem buscar mais informações no próprio Senac, com antecedência.
Luís Antônio de Lima, gerente do Senac em Bebedouro, ressalta que o evento busca ainda fomentar novas estratégias para atrair turistas ao município e, assim, aprimorar o desempenho de vários segmentos do mercado. “Para promover a atividade regionalmente, precisamos compreender as possibilidades locais. O Fórum será justamente um meio de os participantes apresentarem seus projetos de desenvolvimento e os desafios da implantação do setor”, diz. 
A qualificação profissional de quem atua nesse campo é outro ponto a ser discutido. Marcus Lúcius Correa pontua também que “além de disseminar a cultura da cidade, o guia deve estar apto a avaliar os diferenciais dos pontos turísticos, sanar dúvidas e elaborar as melhores opções de lazer. Para isso, ter conhecimento específico no segmento é essencial”.
Para isso, o Senac deve abrir em 2018 o curso Técnico em Guia de Turismo, incentivando projetos regionais. A capacitação visa preparar o aluno para receber, conduzir, orientar e assistir pessoas ou grupos durante passeios, traslados e viagens nos âmbitos local, regional e nacional. “Há amplas oportunidades de explorar o entretenimento, a cultura e o lazer, além de promover o resgate de memórias. Para isso, é preciso dominar técnicas e bom conteúdo histórico”, destaca Carmen Lúcia Afonso, docente da área de hotelaria e turismo do Senac.

 


Deixe um comentário